domingo, 29 de abril de 2012

E estamos nós na primavera não é verdade?

Cá em casa de um lado o céu está escuro com breu, do outro está azul e um sol que parece primavera. 
Já veio uma chuvada e quer me cá parecer que vêm aí mais. Por consequência, tenho a ligeira sensação que vou apanhar uma molha hoje à noite quando for para a cerimónia do traçar das capas.( é a primeira vez que vou trajar, mas depois eu conto-vos melhor).


Música para os meus ouvidos #13




Just...



Sim Senhora Professora!

Diz a minha professora de Microeconomia:

"Estejam calados.Se estão a conversar enquanto trabalham, é porque podem trabalhar mais rápido"


Contra mim falo, mas é mesmo isso! Mai nada!
As aulas da mulher podem ser uma seca, mas há que dizer que  lá trabalhadora ela é. É daquelas professoras que se faltam 5 minutos, ela em 5 minutos consegue fazer dois exercícios de forma completa.
( É de admirar, quem me dera a mim conseguir ser como ela)

Sou eu que estou enganada, tão a ver?

Diz o meu senhorio:

"Vou arranjar também a torneira da água fria do lavatório. Vocês não se sabem queixar! Não se queixam de nada, não se queixam de nada...."



Olha que carago, e eu a pensar que ele é que devia ter o cuidado de ter tudo impecável para os inquilinos (que lhe estão a pagar) se sentirem à vontade.

Coisas de gaja #4

Há pessoas que ficam mal dispostas por acordarem com os pés de fora (no sentido literal, ok?), eu é por as meias me saírem dos pés. Pior ainda, quando apenas uma meia me saí do pé. Horrível mesmo é quando fico sem meias e os pés estão frios como o raio.


sábado, 28 de abril de 2012

Tão certo quanto 3+2 serem 5



Parece sina. Das poucas vezes que meto os pés no shooping, estão montadas aquelas barracas no meio dos corredores para tentar impingir alguma coisa às pessoas que passam. E de todas as pessoas que vão a passar eu sou sempre "apanhada" .
Vou a passar e lá vêem elas: "Olá menina, já ouviu falar ..." ou "quer ganhar dinheiro connosco?"; e eu, que sou uma bambi e não consigo ser antipática, muito menos para pessoas que conheço uso sempre a mesma desculpa " Olhe, eu peço imensa desculpa, mas estou cheia de pressa. Só vim ali comprar qualquer coisa para comer e tenho de ir já embora.". Claro que me certifico sempre que quando passar venho a andar estupidamente rápido que já me aconteceu elas virem ter comigo quando vou e venho. 
Na ultima vez, não me apanharam, mas quer me cá parecer que a vontade de lá estar com que a senhora estava era tanta como a que eu tenho agora de ir fazer o jantar. 


Quer me cá parecer...

Existe muitas coisas que eu não estimo e para as quais me torno uma completa desleixada. Mas se há coisa que eu estimo é o meu cabelo. Portanto, ele é champô, máscara, não deitar com o cabelo molhado, pentear com cuidadinho, essas coisas....
Isto tudo para dizer que a minha máscara de para o cabelo acabou, e eu, naturalmente, fui comprar outra. No supermercado, lá estavam as novas embalagens Pantene com fórmula melhorada, e blá blá blá, olho para baixo e tcharam: quase 7€ por um frasco de amaciador. Nada a que não estivesse já habituada. 
Chego a casa e começo a estudar o novo frasco. Olho para aquilo uma vez, duas vezes e cheguei à conclusão 
que possivelmente dei mais dinheiro pelo frasco do que pelo conteúdo. 
Mas, à que dizer que a fórmula melhorada cheira tão bem, tão bem...
 





A malta do continente pode ser tudo, menos aldrabrões... doa a quem doer!


(E como me doí a mim... )

Do fundo do coração...

Eu não vou ser hipócrita. Se criei um blogue foi fundamentalmente porque gosto de escrever. Mas, é óbvio que gosto ainda mais de escrever, sabendo que alguém me vai ler e possivelmente dar a sua opinião. Portanto, cada vez que eu vejo mais um seguidor faço uma festa, quando são dois então até atiro foguetes. 
E hoje, o "Rebuçado de Café" chegou aos 100 seguidores. 100 é um número marcante, portanto só tenho razões para ficar hiper -feliz. 
Não vou fazer um passatempo, vou simplesmente agradecer a cada um de vocês: do fundo do meu coração um grande beijinho e um muito obrigada.


Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, 
Obrigada, Obrigada,Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, 
Obrigada, Obrigada, Obrigada,Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, 
Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada,Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, 
Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada,Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, 
Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada,Obrigada, Obrigada, Obrigada,
Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada, Obrigada,Obrigada,
Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,
Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,
Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,
Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,Obrigada,
Obrigada,Obrigada.
(sim, estão aqui 100 obrigadas, vocês merecem).



Já agora fica também um obrigada especial, aos que comentam, aos que não comentam mas lêem e aos que não seguem porque não tem conta no blogger mas ainda assim lêem.




sexta-feira, 27 de abril de 2012

Estou acabada...





Ou o dia teve 48 horas ou eu fiz num dia o que devia ter feito em 48 horas.
Nem sinto as pernas. Em compensação sinto o peso dos olhos e bem.
Acho que vou dormir. E é já.

 Boa Noite Maltinha...



quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ora aí está...

Neste momento em que vos escrevo, tenho ao meu lado uma televisão muda. 
Não, não está muda porque eu sou uma grande apreciadora do silêncio ou porque estou tão perdida em pensamentos que me esqueci de a ligar... É mesmo porque e porcaria da TDT já está oficialmente em vigor. Olha lá se eles se atrasam. Nem um minuto! Claro que se for para pagar subsídios, bolsas, rever legislação, encontrar falhas, estudar casos de pessoas com necessidades e pessoas que não tem necessidades mas passam por as ter, ou, simplesmente atender-me numa qualquer repartição de finanças ou num balcão da segurança social, aí o caso muda de figura, e já é capaz de demorar mais um bocadito. 



Acho que já referi que não gosto nadinha da TDT, não já?

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Sala de cinema #5


Ben Hur - 1959


Ben Hur - 2010

Liberdade

Se à coisa que eu prezo é a minha Liberdade. Quem me a tira, tira-me tudo.Não sou do tipo de pessoa que possa ser controlada ou ser o cachorrinho de terceiros.
Se tivesse vivido à 38 anos atrás provavelmente tinha entrado em parafuso. Depois de ter sido presa pela PIDE umas 15 vezes.
Tenho o mais profundo respeito pelos militares de Abril de 74. Por todos, desde quem fez soar a senha "e depois do adeus" à senhora que distribuí cravos vermelhos pelos militares.
Obrigada, por me permitirem viver em democracia.

Feliz 25 de Abril!


Pela minha saúde

Não é por nada, mas eu não posso estudar. Eu bem queria mas é pela minha saúde. 
Na terça-feira estava a estudar, e juro que não sei como é que a minha prateleira ainda lá tem bolachas, bolos e fruta.
É impressionante como estudar me dá fome. Por este andar ( e a julgar pelo exercício que não faço desde que acabei o secundário) passo de pequena lontra para grande lontra obesa. 


terça-feira, 24 de abril de 2012

Parece que já estou a ouvir...

Onze da noite e eu a "jantar".
Se a minha mãe soubesse disto, tinha direito a jejum até amanhã de manhã.
Portanto, tudo calado, sim?

Miguel Portas: 1958-2012


Tive o prazer de ouvir este Senhor falar ao vivo, na minha escola secundária no dia da Europa à uns anos.
Lembro-me de na altura pensar que era espectacular a forma como ele conseguia chegar a miúdos de 15 e 16 anos, com assuntos que à partida não nos iriam interessar.
Não imaginam como isto me toca, não necessariamente por conhecer o Senhor ou por ele ser uma pessoa extraordinária. Não sei, não o conhecia, mas dizem que sim.
Toca-me pela situação. 53 anos. Uma vida. Uma história. 2 filhos. E um cancro que levou tudo.

Os meus sentimentos à família.

Juro que é mesmo...

O meu curso têm tanta gente, tanta gente, que basta-me ir a um qualquer sítio da universidade ou mesmo ao shopping para ver assim meia dúzia logo.
Não, não é exagero, só caloiros são 80 fora os alunos de 2º e 3º ano.
Portanto, imaginem a aventura que vai ser arranjar emprego, ainda mais se eu for das alunas medianas.


"Ah, que giro também é licenciada por esta universidade. Já cá vieram uns 15 também desta universidade, mas eram todos licenciados com uma média superior à sua. Como poderá compreender isso será um ponto contra si."


Só de pensar... ai...



Já lhe ouvi chamar muita coisa...


Desde quando é que a Rita Pereira é feia?
Não será,....como é que se diz, mesmo... aaaaaaahhhhhhhhh....dor de cotovelo?
Queria eu ser feia como ela...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Livros, Livros e mais Livros.

Não é por ser Dia Mundial do Livro (vá é...) que me ocorre dizer isto, mas assim de repente, livros deve ser o que mais gosto de comprar, sendo por isso uns dos meus objectos favoritos. É livros e filmes. Não compro muitos, porque não tenho propriamente carteira para dar 10€ ou mais por um livro todas as semanas ou mensalmente, não que não quisesse. 
Há duas coisas que eu quero muito ter: um improviso de sala de cinema e um biblioteca. Uma biblioteca cheia de livros. Cheia dos meus livros.
Eu sou daquelas pessoas, que pega num calhamaço de 500 páginas e ficar a lê-lo noite e dias a fio e só paro quando o sono me vencer ou então quando já não arranjar posição para ler; e daquelas pessoas que assim que entra num supermercado vai direita à zona dos livros e fica para lá a ler sinopses e passagens e, quando dá por isso já passou meia hora. Muitas vezes a minha mãe vai andando e ela e o meu irmão voltam atrás vezes sem conta para eu ir escolher os cereais. Não é por mal, é só o gozo que aquilo me proporciona.  
Tenho pena de não conseguir ler mais. Por exemplo, o nómada, que vêem aqui ao lado no blogue, como sendo o meu livro de cabeceira, na verdade já não é. Não, não o terminei, mas não tinha tempo nem ambiente para o ler como queria. Então,com muita pena minha, parei antes de começar a ler uma parte verdadeiramente estimulante e não conseguir parar de o ler, e acabar por não fazer o que tenho de fazer.
Quando estou a ler, imagino os cenários, as personagens e sinto-me mesmo que como "tele-transportada" para aquela história, qual mosquinha não convidada. 
Enfim, dizem que os cientistas e os escritores são tresloucados. Eu acho que são só génios capazes de inventar outros mundos à sua semelhança.
E como eu me considero muito mais de letras, talvez também seja tresloucada. Não me importa.


domingo, 22 de abril de 2012

Qual novela mexicana



Nem queiram saber a confusão que vai cá para casa por causa da TDT. 

Odeio...



...mas é que odeio mesmo, que iniciem uma "conversa" aos gritos comigo. É a típica situação "isto vai dar merda". Destravada como eu sou acaba comigo também aos gritos. 
É isso e que insistam comigo em qualquer coisa... ou que me acusem de alguma coisa só para tirar água do capote. 
E olhem que eu não grito pouco.Só para saberem.


Quem é que tem uns oxford shoes, fofinhos que só eles?




Já andava a querer uns à algum tempo. Ainda só tinha visto 2 ou 3 de que tinha gostado, mas depois acontecia-me a típica situação de que quando ia para comprar já não havia o meu numero, ou já não os achava assim tão bonitos.Queria uns uns castanhos, mas o modelo destes em castanhos não me convenceu. Portanto, o próximos são castanhos.

Voldemort e o seu nariz (ou a falta dele)





Eu já li os livros todos do Harry Potter. Já vi quase todos os filmes do Harry Potter. E, não me lembro de dizer em nenhum lado que, " aquele cujo nome não deve ser pronunciado" (huuuuu - Voldemort), "renasce" sem nariz. Tudo bem que a coisa, de filme para filme tem tendência a normalizar, mas ainda assim...A sério que não percebo.
Só digo isto, porque era giro que eu não me fartasse de rir de cada vez que tão temível figura aparece.

How to be


Que me desculpe quem gosta, mas é só o pior filme que eu já vi. 
Confesso, que só o vi porque a personagem principal, Art, era o Robert Pattintson antes do Twilight. À imensas histórias, de que ele já tinha tentado ser actor e modelo e não estava a conseguir, inclusive ia desistir de o ser, quando é seleccionado para o Twilight. 
Pronto, já percebi, porquê que ele não tinha sucesso ( e mesmo o sucesso dele no Twilight é discutível, digamos que não é mau actor, mas a carinha laroca e maquilhagem ajudam). 
Quanto a este filme: que filme mais irritante, só me dá vontade de lhe dar um par de estalos bem assente. Demorei dois dias para o ver, e foi só porque não gosto de deixar filmes por ver a meio, e pensei: " pode ser que melhore". É verdade, para o fim melhora, mas não o suficiente. 
Não sei se me irrita mais a personagem do Robert Pattintson, ou o a personagem do professor que aparece para o "ajudar".

Conversas da Treta #16

Porque eu também tenho os meus momentos de estupidez (que são muitos na verdade, adiante).
Na hora do lanche estava eu a enfardar maçãs e na conversa com as colegas de casa. A dada altura surjo eu com esta pérola:

Eu- Lá em casa as janelas da minha sala são estupidamente grandes e pesadas. Na altura das limpezas, quando a minha mãe me pede para as tirar para limpar, eu vejo-me aflita. aquilo deve ter para aí uns 3 ou 4Kg! (mas atenção que o meu ar de indignação era qualquer coisa)

S- 3 ou 4Kg? Aqui tão 5Kg! (e pega num garrafão de água).

É então que eu decido tirar o meu cérebro  do modo "hibernação", e vejo que se calhar acabei de dizer uma asneira das valentes.
Mas, atenção, porque de facto as ditas janelas são pesadas e eu vejo-me deveras aflita para as tirar.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Com certeza, que a vista dali é deslumbrante

Quarta-feira, 11h da manhã. Ia eu descansadinha  da minha vida, quando me deparo com isto:



Não, o senhor não podia estar lá. 
Não, o senhor não devia estar com intenções de se matar, acho que estava só a ver as vistas. 
Sim, o senhor é estúpido.

(Caso não tenham percebido, devido à  excelente qualidade da câmara fotográfica do meu telemóvel, a bola vermelha está a circular um homem, que achou giro passar a barreira e pôr-se a jeito de rolar cá para baixo para possivelmente ser atropelado).

Lily, a cabeça no ar.

Hoje, para variar acordei atrasada. Não atrasada para as aulas, mas atrasada o suficiente para fazer tudo a correr, o normal, portanto. Vesti-me, penteei e apanhei o cabelo, calcei as sapatilhas, peguei na mochila e fui para a cozinha comer um iogurte e bolachas para depois seguir para esse maravilhoso evento que são as aulas.
Tudo normal, portanto. Não, não está tudo normal.
Pois que, decorria a aula, eu como normalmente olhava para o quadro de uma típica maneira "não percebo nada disto, são oito da manhã e quero ir dormir", quando começo a sentir um cheiro a morango muito parecido com o iogurte que tinha comido, e penso "ó boa!". Comecei a imaginar uma mancha do tamanho do mundo, olho para baixo e lá estava ela: um monte de iogurte na cabaça do meu snoppy. Pedi lenços e como quem não quer a coisa limpei a bela porcaria que lá estava. Mas como a sorte não me abandona à sexta-feira, a camisola que eu trazia era azul e com desenhos brancos e o iogurte era branco, portanto pode ser que me tenha safado (por pouco) de ser alvo de chacota por parte dos presentes.
Sim, estou a ponderar começar a comer de babete, não vá a sorte um dia abandonar-me.


Sim, cuecas





Se à coisa de que eu não me posso queixar, é falta de cuecas. Sim, cuecas.
Vem a minha madrinha e oferece-me umas quantas (e não, não é só na altura do Natal), ainda assim, a minha  mãe acha que são poucas e compra me mais umas tantas.
Qualquer dia abro uma loja com as minhas 250 cuecas.




E pronto, a tecnologia odeia me.

É certo e sabido que eu sou meio pró aselha, no que toca a tecnologia. Mas, com o tempo habituo-me e até gosto de saber as novidades. Enfim, não sou uma pró, mas também não vivo na ignorância.
Agora, raios me partam se não se andam a passar coisas estranhas com o meu computador, se não expliquem-me por alma de quem é que ele se lembrou de mudar o tema sem mais nem menos? Ainda por cima, não gosto deste novo e já estive à procura e não consigo encontrar o que eu tinha. Não sei se foi alguma actualização estúpida, ou coisa parecida, mas não tem jeito nenhum.

Alguém me "dá uma luz"? Por favor...?

Como estava

Como ficou
Actualização: Sou tão chata, tão chata, que venci o computador pelo cansaço. Hoje de manhã voltou ao "normal". Ainda bem que já percebeu quem é que manda aqui.

É oficial




Fui oficialmente "apanhada" pela interface nova do blogger.
Continuo a não achar-lhe piadinha nenhuma. Coisa mais pirosa.
Acho que vou fazer birra. Ou uma manifestação, hoje em dia tudo é motivo para manifestação, portanto não vejo mal.
Ainda por cima é esquisito e manda - me usar o Chrome em vez do Morzilla.
Coisinha irritante.

Nota mental de sexta feira á tarde:

Não voltar a comprar nada para oferecer que não tenha a forma quadrada ou rectangular. Principalmente se no sítio onde compramos, os embrulhos sejam self-service.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Só porque és especial #6


Mano,

És o meu orgulho.
Muitos Parabéns. Têm um dia muito feliz.

Sê feliz,
Adoro-te,

Beijinhos, 
Liliana 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

No dia mundial da voz...


Tenho a dizer que a minha voz é linda, sexy e maravilhosa. Tão maravilhosa como os peneus de um carro a chiar. Lindo. E o meu riso então, é ainda mais maravilhoso.
Admiro tanto aquelas pessoas com uma voz de gente. É isso e homens com a voz rouca.


À segunda feira (bahhh, dia mais desprezível) é melhor ir bem acordada para as aulas e já agora tomar um bom pequeno almoço. É isso ou não conseguir passar os 365 acetatos (sim, acetatos) que a professora da primeira aula passa.

Bom Dia!

domingo, 15 de abril de 2012

Eu não sou a favor de violência gratuita...

... mas nem queiram saber a vontade que me dá quando ouço os pais dizerem que "se o professor bater no meu filho, leva logo com um processo disciplinar". Era nos filhos e nos pais.
Eu também levem umas chapadas quando fiz asneiras e não morri por isso, sinceramente, devia era ter levado mais que hoje certas coisas não eram como são.
Acreditem, eu dei catequese para aí uns dois anos, e havia lá míudos que só mesmo á chapada e não sei se iam ao sítio.

sábado, 14 de abril de 2012

Conversas da Treta #15 (2 em 1)

À hora de almoço, eu e uma colega de casa, faláva-mos do seu jantar de aniversário. Ela não dizia o que ia ser o jantar, e ás tantas acabamos a falar de pizzas. 

Eu - ... mas as pizzas já foram inventadas à uma carrada de tempo, lá para os lados de Itália.
I- Não foi não, as pizzas são de Roma.
Eu- A sério? E onde é que é Roma?

P.S. - Numa pesquisa rápida descobri que a pizza apareceu oficialmente em Nápoles, no entanto à diferentes histórias de como lá chegou e quem a trouxe.

Mais tarde, com outra colega, estavamos na paragem de autocarro á espera e a ter a típica conversa só "para passar o tempo", que é como quem diz, a falar do tempo.  Estava um frio de todo o tamanho, e eu toda encolhida de frio, começamos a falar de neve.

Eu - Eu assim que me lembre e a sério nunca fui à neve, mas adorava. Mas só vi daquela vez que nevou lá nos nossos lados.
L- Eu só vi neve quando nevou.
Eu- A sério? Pensava que tinhas visto neve quando chuveu.

Eu tenho tanta sorte, tanta sorte, tanta sorte....

.... que depois de não chover á três horas, quando eu finalmente decido ir estender a roupa começa a chover. Mas atenção, porque só começa a chover quando eu estou no fim e me faltam para aí umas duas ou três peças de roupa para acabar.
IIIIuuuuupppiiiiiiiiiiiiiii.....


sexta-feira, 13 de abril de 2012

A andota do ano

Diz uma colega minha em conversa depois de uma aula:
"Tu és bué inteligente, e percebes tudo quando estás com atenção nas aulas"

Pois vê-se pelas minhas brilhantes notas. Desde que pus os pés na universidade, ainda não fiz nada de jeito.
Nunca pensei que isto me fosse acontecer, mas aconteceu. Se no secundário era aluna de 14/15 sem estudar grande coisa, na universidade o mesmo estudo dá para o 10 e quando dá. (Isto lembra - me como aquelas pessoas que estão sempre na converseta nas aulas e sabem a matéria toda quando o professor pergunta, me irritam para caraças. Eu que só me falta apontar as respirações do professor, parece que tou ali a nadar na maionese. Devo ser muito burra graças a Deus).
O que vale é que eu só preciso de levar a chapada uma vez para aprender. Depois do sufoco e da frustração que foi o semestre passado não me voltam a apanhar na curva. Não prometo ser brilhante, mas também não posso ser medíocre. Recuso-me a ser mais uma medíocre neste país.


P.S. - Alguém percebeu alguma coisa deste post?

Conversas da Treta #14

No dia de Páscoa estava eu com o meu irmão em casa da madrinha dele. Entre conversas cruzada, sai-se a filha do meio da madrinha em questão, muito baixinho para a mãe:

- Porquê que odeias a Páscoa?
- Eu não odeio a páscoa,filha.
- Odeias sim, tu disses te que....
 Ela tapalha - lhe a boca e diz:
- Depois fala-mos.

Pois, é compreeensível. Eu se tivesse uns 10 afilhados também odiava a Páscoa, quanto mais não seja por me darem cabo da conta poupança.

Coisas de gaja #3


Existe uma coisa que eu não percebo e que me irrita como tudo: o meu irmão (no geral qualquer pessoa - leia-se homens, mas ele é o que faz mais isto que eu veja) ter um tacho de comida à frente e começar a tirar a comida pelo meio do tacho. Fica horrível, um buraco ali no meio do tacho. Dá um mau aspecto do caraças.
Porquê que ele não começa por um lado e leva tudo adiante? Porquê?

Anda todo moído daquela cabeça é o que é...

Numa das aulas que eu tenho até ás oito da noite, há sempre ( e quando eu digo sempre, é sempre) uma alminha que quando entra na sala diz em alto e bom som "Bom Dia".... ás seis da tarde.
Das duas uma: ou é desvairado e já não distingue a noite do dia ou então é só idiota e está a tentar ser engraçado sem conseguir.


Será que ele diz "Boa Noite" ás oito da manhã?

Beijinhos, Beijinhos, Beijinhos


Aproveitem que está um frio que não se pode, abracem-se a quem bem entenderem e beijem, beijem muito.

Feliz Dia Mundial do Beijo!

Facto


Ninguém leva as sexta - feiras 13 a sério.
Mas, ninguém passa por debaixo de escadas e evitam gatos pretos ou outros "azares" em dia de sexta - feira 13.
Não vá o diabo tecê-las...

Coisas que eu odeio


Deduzir fórmulas. Passo-me com aquela treta.
Aaaahhhhhhhhhhhhhhhhh

Juro,

preciso urgentemente de conseguir regular o meu sono.
Sugestões?


As saudades, as saudades....


A minha mãe deve pensar que eu não regulo bem, a julgar pela força com que eu abraço e a quantidade de beijinhos que lhe dou quando venho de fim de semana.
O mesmo para a minha gata.

Definitivamente, eu não sou boa para estar muito tempo longe de casa. Não sei como aquelas pessoas que ficam meses sem ir a casa aguentam.
Em minha defesa tenho a dizer que, o meu signo é descrito como tendo sindrome de Peter Pan.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Já que me estou a queixar do tempo...



Vai para aqui uma ventania que nem vos digo nem vos conto.

Vamos lá ver se nos entendemos


À duas semanas, eu trazia na mala roupa se inverno. Camisolas polares e uma ou outra de meia estação. Morri de calor. Decidi dar o braço a torcer, e passei a trazer t-shirts e camisolas mais leves. E deixei as camisolas polares. Eis que, sem nada o fazer prever, começa a chover, a fazer vento e o briol que não se pode. 
Se eu fosse uma daquelas moças cheias de roupa que tem um armário cheio em cada lado, a conversa era outra, mas como não sou e tenho de me orientar com o que tenho, assim as coisas ficam difíceis.Hoje parecia eu que tinha pegado em tudo o que é camisolas que tinha no armário e vesti.
Raio lá para isto. 
Pior que tudo, entretanto fico constipada, aí sim é que vai ser o delírio.

Não me saiu o Euromilhões mas a sensação deve ser parecida...



Aula de Microeconomia. Mais ou menos 10 minutos depois do começo da aula diz a professora:

"Amanhã, não vou puder dar aula."

Ou seja, a única aula que eu tinha amanhã, a professora não pode dar. E amanhã é sexta feira. 
Tenho um fim de semana antecipado e prolongado.
Chato, chato, chato.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Não queiram saber....


Como eu me sinto estúpida quando tento abrir a porta do apartamento, ela não abre (a coisa funciona á base da pancada) e eu discretamente olho para cima para ver se estou realmente a abrir a porta certa.